Maria Matos Teatro Municipal
A A
pt | en
 

Worktable

KATE MCINTOSH
Palácio Pombal
PERFORMANCE
20 a 24 setembro terça a sexta → 17h às 20h sábado → 15h às 20h (entradas de 15 em 15 mins)

Worktable é uma instalação viva, aberta ao público de forma contínua durante várias horas e vários dias. O visitante faz um percurso por uma série de salas: deve inscrever-se para entrar e pode ficar o tempo que quiser. Uma vez lá dentro, são dadas instruções, equipamento e óculos de segurança para que possa começar a trabalhar, ou seja, a quebrar, despedaçar, separar, dissecar… para depois reordenar, remontar, reconstruir os vários objetos que ali estão. Ao som de uma banda sonora que se vai criando pela amplificação dos gestos do trabalho, cabe a cada um decidir como é que os objetos se separam, e como é que as peças se voltam a juntar, para criar um algo novo, uma nova realidade. Mãos à obra.

conceito e realização: Kate McIntosh
produção: SPIN
crédito fotográfico: Kate McIntosh
Worktable (no original) foi uma encomenda do evento Performance is a Dirty Work da Roehampton University. 

Apresentado no âmbito da rede Create to Connect com o apoio do Programa Cultura da União Europeia 

Preçário

instalação preço único: 5€ lotação reduzida excecionalmente não se aceitam reservas duração: 60 min (aprox.)


Palácio Pombal
Rua do Século, 79-81 / 1200-433 Lisboa

Também poderá gostar

Biografias

Kate Macintosh (Nova-Zelândia) trabalha entre as fronteiras da performance, teatro, vídeo e instalação. Estudou dança e é mestre em “Performance and Creative Research” pela Roehampton University, UK. Dançou com Wendy Houstoun, Meryl Tankard Australian Dance Theatre,  Cie Michèle Anne de Mey, Random Scream, Simone Aughterlony e Tim Etchells. Dirigiu os solos All Natural (2004), Loose Promise (2007), e All Ears (2013) e as performances Hair From the Throat (2006), Dark Matter (2009) e Untried Untested (2012). Realizou as instalações De-Placed (2008, com Eva Meyer-Keller) e Worktable (2011). Colaborou com Tim Etchells, Eva Meyer-Keller, Jo Randerson, Lilia Mestre, Charo Calvo, Diederik Peeters, entre outros. Realizou vídeos, mostrados em festivais e exposições internacionais. É uma das fundadoras do coletivo de performance e banda punkrock belga, Poni e da SPIN, uma plataforma de produção e investigação artística gerida por artistas e baseada em Bruxelas.  

Fotos

Vídeo



Críticas e antecipações

Não existem críticas.

Comentários

Sinopse

Worktable é uma instalação viva, aberta ao público de forma contínua durante várias horas e vários dias. O visitante faz um percurso por uma série de salas: deve inscrever-se para entrar e pode ficar o tempo que quiser. Uma vez lá dentro, são dadas instruções, equipamento e óculos de segurança para que possa começar a trabalhar, ou seja, a quebrar, despedaçar, separar, dissecar… para depois reordenar, remontar, reconstruir os vários objetos que ali estão. Ao som de uma banda sonora que se vai criando pela amplificação dos gestos do trabalho, cabe a cada um decidir como é que os objetos se separam, e como é que as peças se voltam a juntar, para criar um algo novo, uma nova realidade. Mãos à obra.

Críticas e antecipações

Não existem críticas.

Preço

Preçário

instalação preço único: 5€ lotação reduzida excecionalmente não se aceitam reservas duração: 60 min (aprox.)


Palácio Pombal
Rua do Século, 79-81 / 1200-433 Lisboa

Descontos

Comentários

s t q q s s d
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30