Maria Matos Teatro Municipal
A A
pt | en
 

Gatilho da Felicidade

ANA BORRALHO & JOÃO GALANTE
sala principal com bancada
PERFORMANCE
16 a 19 março 2017 → quinta: 15h30 (escolas) / sexta e sábado: 21h30 / domingo: 18h30

Um jogo mortal em busca da felicidade.
O jogo como fonte de discurso.
A festa e o jogo como elementos potenciadores de alegria, desgraça, intimidade e fuga à solidão.
Um jogo de realidades entre a tristeza e a alegria.
 
 
Já te sentiste à beira da loucura?
O que é mais fácil, esquecer ou perdoar?
Alguma vez te sentiste atraído por alguém da tua família?
Sentes saudades do quê?
Arrependes-te de alguma coisa?
Conta um momento em que te sentiste mais ligado aos teus pais ou a um deles.
Já alguma vez traíste alguém, ou foste traído?
Fala de uma experiência onde tenham gasto muito dinheiro contigo.
Descreve a sensação mais pavorosa que já tiveste.
Qual o momento mais alucinante ou perigoso da tua vida?
É inevitável repetir os comportamentos dos nossos pais?
Para o que é que achas que vale mais a pena trabalhar?


Este espetáculo também se dirige a adolescentes +15 anos e a escolas secundárias 

(16 março → 15h30 / consulte preçário específico)



Ficha artística


conceito, direcção artística: Ana Borralho & João Galante

desenho de luz: Thomas Walgrave

som: Coolgate, Pedro Augusto

colaboração dramatúrgica: Fernando J. Ribeiro

assistência de encenação e assistência de ensaios: Alface (Cátia Leitão), Antonia Buresi 

assistência de encenação, assistência de ensaios e assistência técnica: Tiago Gandra

performers em Lisboa: Adriana Melo, Augusto Amado, Beatriz Garrucho, Beatriz Pires, Daniela Casimiro, David Andrade, Diogo Cadete, Eduardo Molina, Fábio Anunciação, Fernando Couto, Filipa Nascimento, João Reis Moreira, Lídia Alves, Maria Matos, Mariana Sá Marques, Marina Leonardo, Melanie Marques, Nuno Violante, Rafaella Theodoro, Raquel de Lima, Rita Rocha Silva, Sara Jardim, Soraia Sampaio Dos Santos, Teresa Roxo e Vera Lagoa

direcção de produção: Mónica Samões

produção e difusão: Andrea Sozzi

produção executiva: Joana Duarte

produção: casaBranca

coprodução: Maria Matos Teatro Municipal, (Lisboa, Portugal), Jonk - ny internationell scenkonst för unga (Jönköping, Suécia), Nouveau Théâtre de Montreuil(CDN, França), Le phénix - scène nationale Valenciennes pôle européen de création(França) Le Boulon Centre National des Arts de la Rue de Vieux-Condé (França)

apoios: Câmara Municipal de Lagos,  Espaço Alkantara, LAC - Laboratório de Actividades Criativas, SIN Arts and Culture Centre (Budapest), Companhia Olga Roriz

a casaBranca é uma estrutura financiada pela República Portuguesa/Cultura/Direção-Geral das Artes

foto: Ana Borralho & João Galante

 

Apresentado no âmbito da rede Create to Connect com o apoio do Programa Cultura da União Europeia 




Preçário

Público em geral e adolescentes (+15 anos) em contexto familiar

6€ a 12€


17 a 19 março

sexta e sábado 21h30

domingo 18h30


duração 1h40 M/14

 

 

Escolas Secundárias preço único: 3€


16 março quinta: 15h30


para mais informações contactar bilheteira@teatromariamatos.pt

Também poderá gostar

Biografias


Fotos

Vídeo

Críticas e antecipações

Não existem críticas.

Comentários

Sinopse

Um jogo mortal em busca da felicidade.
O jogo como fonte de discurso.
A festa e o jogo como elementos potenciadores de alegria, desgraça, intimidade e fuga à solidão.
Um jogo de realidades entre a tristeza e a alegria.
 
 
Já te sentiste à beira da loucura?
O que é mais fácil, esquecer ou perdoar?
Alguma vez te sentiste atraído por alguém da tua família?
Sentes saudades do quê?
Arrependes-te de alguma coisa?
Conta um momento em que te sentiste mais ligado aos teus pais ou a um deles.
Já alguma vez traíste alguém, ou foste traído?
Fala de uma experiência onde tenham gasto muito dinheiro contigo.
Descreve a sensação mais pavorosa que já tiveste.
Qual o momento mais alucinante ou perigoso da tua vida?
É inevitável repetir os comportamentos dos nossos pais?
Para o que é que achas que vale mais a pena trabalhar?


Este espetáculo também se dirige a adolescentes +15 anos e a escolas secundárias 

(16 março → 15h30 / consulte preçário específico)


Críticas e antecipações

Não existem críticas.

Preço



Preçário

Público em geral e adolescentes (+15 anos) em contexto familiar

6€ a 12€


17 a 19 março

sexta e sábado 21h30

domingo 18h30


duração 1h40 M/14

 

 

Escolas Secundárias preço único: 3€


16 março quinta: 15h30


para mais informações contactar bilheteira@teatromariamatos.pt

Descontos

Comentários

s t q q s s d
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31